Falando Abertamente Sobre Segurança - RJ

By Silvano Silva - 16:08:00



Como costumamos dizer no Rio de Janeiro, o Ano só começa depois do Carnaval, então iniciamos o Ano de 2015, e constatamos que continuamos com os mesmo problemas de sempre. O Rio Continua lindo e continua sitiado pelo tráfico de drogas e pelas milicias.
Todos concordam que o maior e mais grave problema do Rio hoje é a segurança. Mas como chegamos a esse estado de caos generalizado, vamos rememorar algumas coisas.

*Na década de  80, hippies subiam os morros do Rio para fumar maconha e participavam de atividades sociais com as crianças da região. Nesse período nem de longe se imaginava o caos que seria hoje.

*Como as Droga era proibida, vários traficantes foram levados para os diversos presídios do rio, como o de ilha grande em Angra dos Reis, que estava abarrotado de pressos políticos, nesse período, eles aprenderam a gerir os negócios das drogas com pessoas altamente instruídas.

*Foi nesse período que surgiu a falange vermelha, que depois passou a se chamar de comando vermelho. O Comando vermelho surgiu com intenção de organizar o trafico, algo em que eles falharam.

*Nas proximidades de 85 para 90, chega no Rio a Cocaína, uma drogada, altamente viciante e que cria dependência imediata, essa droga atraiu principalmente a geração de 70 que gostavam de liberdade, experimentar coisas novas e de drogas pesadas.

*A Cocaína, virou um sucesso instantâneo, e como nos morros já tinha uma logística preparada para fumar a maconha, ela foi utilizada para distribuição da cocaína.

*Com essa nova droga houve um demanda gigantesca por pontos que distribuíssem, e daí começou, uma briga por pontos e a defesa de territórios.

*O Trafico não tinha todo esse armamento que hoje tem, isso aconteceu porque policiais corruptos vendiam armas para os traficantes. Não se tinha a ideia na época que um traficante poderia usar, essas armas contra policiais, era só entre eles a guerra.



*Depois que o Trafico se armou houve uma carnificina na cidade, havia como ainda ah, uma verdadeira guerra entre eles, muitas mortes, e mortes de  cidadães que  não tinha nada haver com aquilo. era o efeito colateral da guerra.

*Depois de um clamor da mídia e da população, o Estado Resolver agir, e mandou a policia botar para quebrar. houver até mesmo secretários de segurança que dizia que 'a policia devia atirar primeiro, e perguntar depois'. A Policia começou a premiar policiais que matavam mais e os tratavam como heróis, foi nesse período que sugiram os grupos de extermínio que acabaram de forma indireta dando origem as milicias, porque indireta - pois também houve aquele policiais que fazia um extra trabalhando por fora, tomando conta de casas de shows e também de condomínios e daí foi só um salto para as milicias.



*Nesse período, foi quando aconteceram as maiores chacinas do Rio, como a da Candelária, vigário geral e varias na baixada, que não ficaram famosas, porque foi na baixada, então não dá ibope. Lembro de ter 9 anos, e ter indo ao morro da cocada - em nova iguaçu, para ver 14 pessoas mortas, e dentre elas uma mulher gravida, foram muitas chacinas.

*Desse período de 90 até nossos dias, o  tráfico não tem nenhum respeito pela policia, e a guerra é aberta. Vemos muitas morte de policiais, existem até mesmo campanha por parte de traficantes para que matem policiais.

*Aproximadamente nos anos  de 95 em diante, a opinião pública, começou a ficar contra a guerra que parecia não terminar e ainda não terminou mesmo, houve varias passeatas pedindo paz.

*Daí a milicia ganhou força, vendo que a policia, não conseguia controlar as ondas de crime, o povo começou a contratar para se proteger ex policiais, e como todo agrupamento acontece devido a ideias afins, surgiu as milicias que começou, a supostamente proteger bairros. E depois de um tempo começaram agir como o que ele mais combatia, como diz o ditado:"Quem combate monstros tem que ter o cuidado, para que no processo não vire um monstro também".

*Depois de tudo isso o governo do Rio, criou as upps, com a intenção de tomar território dos traficantes, a mídia comemorou e parecia que as upps (Unidades de Policia Pacificadoras), iriam dá certo, e resolver o problemas de segurança do Rio. Mas depois de alguns anos, não foi isso que aconteceu, mesmo em favelas dominadas por UPPS o trafico circula abertamente, vendendo sua droga e cuidado do seu território. À vários casos de corrupções nas UPPS, e casos famosos como o de Amarido, que se tornou conhecido nos protestos do Rio, - Cadê o Amarildo? e  também de ataque contra policiais das upps.



*As UPPS, surgiram como uma boa e necessária intenção, tirar o território dos traficantes, porém uns dos grande erros do governo foi tratar as UPPS como um política de segurança pública, o que não é. As UPPS, são uma estratégia de segurança pública que deve continuar, porém o governo precisa investir nas segurança no presídios;  Em questões sociais nas favelas: como educação de tempo integral; cursos profissionalizantes; e criar leís para tirar as crianças das ruas.

*O Governo, na criação das UPPS, gerou um fenômeno que foi a migração dos traficantes das favelas para outras regiões do Rio, como diz o ditado: 'cobriram um santo para descobrir o outro'. As estatísticas dizem que na baixada, o crime explodiu.  Desde o dia 1 de janeiro de 2015, são assassinadas 5 pessoas por dia até  hoje dia 21 de janeiro de 2015, faz as contas.

Termino esse texto triste, demonstrando toda minha indignação com esse governo elitista e segregador, que faz diferenças entre os que vivem no Rio e na Baixada. Será que a vida de quem mora na capital do Rio é mais valiosa, que as do que vivem na baixada e são Gonçalo. Se formos perguntar ao governo vão dizer que não, mas se olharmos os dados, dos investimentos feito em cada região, ficaremos nos sentindo abandonados, e na verdade quem mora na baixada e são Gonçalo, estão abandonados.

Acredito que chegamos ao fundo do poço, precisamos fazer alguma coisa. Tenho algumas ideias, vamos protestar;  vamos fazer passeatas pela paz na baixada; vamos fazer um abaixo assinado pedido mais policiamento para os municípios da baixada; Vamos unir todas religiões em uma corrente de oração pela paz.

Me dê mais Sugestões:



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários

ESTAREI OLHANDA E RESPONDENDO, O SEU COMENTÁRIO, OK.